Promo ! Cháema nº16 - Tisana 100Gr

Cháema nº16 - Tisana 100Gr

Neuf

Disponível em 2 dias

Aucun point de fidélité pour ce produit.


3,08 € TTC

-0,74 €

Promoção vádida de: 15/10/2020 até 31/10/2020

3,82 € TTC

Ajouter à ma liste d'envies

Aceitamos Multibanco, Transferência, Payshop, Visa, Western Union, Boleto, Etc...
Aceitamos Multibanco, Transferência, Payshop, Visa, Western Union, Boleto, Etc...

Notes et avis clients

personne n'a encore posté d'avis

En savoir plus

CHÁEMA® Nº16

Usado tradicionalmente para estimular a digestão. Ajuda a atingir e a manter um peso adequado.

INGREDIENTES:  Cavalinha 20%, Sene 20%, Amieiro Negro 15%, Algas marinhas 15%, Sabugueiro 15%, Urtiga Vulgar 15%

MODO DE USAR: Pode tomar 1 chávena 3 vezes ao dia, de preferência depois das refeições.

 

APRESENTAÇÃO: Tisana 100 gr.


ALGAS MARINHAS

A sua designação em Latim é Fucus vesiculosus. Algas da costa do Atlântico Norte e do Mediterrâneo Ocidental. Em algumas zonas do Oceano Atlântico cobre grandes superfícies, conhecida como mar dos sargaços. Pertence à família das Fucáceas, sendo utilizado o talo. É constituída por oligoelementos e sais minerais, iodo, bromo, oligo-holósidos, constituintes amargos, vitaminas e pró-vitaminas A e D, lípidos e fucosterol. Apresenta as seguintes propriedades:

. Dietas de emagrecimento;
. Inibem o apetite, pois causam uma sensação de saciedade;
. Em casos de fadiga e cansaço, pelos nutrientes que possuem;
. Facilitam o trânsito intestinal, graças à sua riqueza em fibras e mucilagens;
. Estimulante da tiróide, sendo útil em caso de hipofunção da glândula tiroideia;
. Externamente, em ulcerações dérmicas e hemorragias superficiais.

AMIEIRO NEGRO

A sua designação em Latim é Rhamnus frangula. De arbusto a árvore, da Europa não mediterrânica e do Nordeste dos Estados Unidos da América, cresce nas margens dos cursos de água, em terrenos ácidos e húmidos. Pertence à família das Ramnáceas, sendo utilizadas as cascas secas do tronco e ramos. É constituída por compostos antraquinónicos livres e sob a forma de heterósidos (frangulósidos), amido, matérias gordas, fitoesteróis, saponósidos e sais minerais. Apresenta as seguintes propriedades:

. Purgativo;
. Na obstipação;
. Colagogo em doses baixas.

CAVALINHA

A sua designação em Latim é Equisetum arvense L. Planta herbácea vivaz, nativa da Europa, Norte de África, Sul da Ásia e América em solos argilo-silicosos, húmidos e sombrios. O Equisetum constitui o único género da família das Equisetáceas, descrito por Lineu em 1753, utilizando-se as partes aéreas estéreis. É constituída maioritariamente por sais minerais (em particular os silícicos, potássicos e magnésicos), heterósidos de flavonóides, taninos, vitamina C, ácidos fenólicos, manitol e inositol. A sua composição química é formada por grande quantidade de silício e quantidades menores de cálcio, ferro, magnésio, sódio, taninos, entre outros. Apresenta as seguintes propriedades:

. Remineralizante;
. Tonificante do tecido conjuntivo;
. Aumenta as defesas imunitárias;
. Diurética;
. Adstringente do tracto urinário;
. Útil em casos de infecções urinárias e na prevenção da litíase;
. Participa na calcificação dos ossos;
. Estimula o metabolismo cutâneo;
. Fortalece unhas e cabelos;
. Externamente, em feridas e queimaduras.

SABUGUEIRO

A sua designação em Latim é Sambucus nigra. Arbusto nativo da Europa, Ásia Ocidental e Central, Norte de África, cresce em bosques e terrenos incultos. Encontra-se em sebes, margens dos campos e dos cursos de água. Pertence à família das Caprifoláceas, sendo utilizada as flores, algumas vezes os frutos, folhas e cascas. É constituída por flavonóides (isoquercitrina, quercetrina e seus heterósidos, rutina e hiperósido), ácidos fenólicos, mucilagens, antocianinas, ácidos triterpénicos, fitosteróis e sais potássicos.

Apresenta as seguintes propriedades:
. Nas gripes;
. Nas inflamações das vias respiratórias (tosse e bronquite);
. Hemorroidal e fragilidade capilar.

A casca apresenta as seguintes propriedades:
. Na oligúria;
. Na litíase renal;
. Diurética;
. Adstringente;
. Cicatrizante.

Os frutos apresentam as seguintes propriedades:
. Diurético;
. Diaforético;
. Laxantes;
. Externamente, no edema e na inflamação reumatismal.

SENE

A sua designação em Latim é Cassia angustifolia. Subarbusto perene, nativo da Arábia e África Oriental, muito cultivado na Índia. Pertence à família das Cesalpináceas, sendo utilizadas os folíolos (folhas) e os folículos (frutos). Ambos apresentam constituintes antracénicos, mucilagens, flavonóides, resinas, ácidos orgânicos e fitosteróis.
Apresenta as seguintes propriedades:

. Purgante;
. Na obstipação funcional transitória;
. Antes da realização de exames radiológicos ou endoscópicos e intervenções cirúrgicas que exijam um esvaziamento intestinal completo;
. Colagogo em doses baixas.

URTIGA OU URTIGA VULGAR

A sua designação em Latim é Urtiga dioica. Planta vivaz de regiões temperadas da Europa, África Austral, Andes e Austrália, em locais cultivados, húmidos e sombrios. Pertence à família das Urticáceas, sendo utilizadas as partes aéreas floridas e a raiz. As partes aéreas floridas são constituídas de flavonóides, sais minerais, ácidos orgânicos, pró-vitamina A, mucilagens, beta-sitosterol, vitaminas C e do complexo B e nitratos. Nos tricomas (pêlos urticantes) encontra-se acetilcolina, histamina, serotonina e ácido fórmico. As raízes são constituídas por taninos, linhanos, fitosteróis (beta-sitosterol), ceramidas, fenilpropanos, polifenóis, monoterpenóides, lectinas, polissacáridos e sais minerais.

As partes aéreas floridas apresentam as seguintes propriedades:
. Diurética;
. Nos processos inflamatórios das vias urinárias;
. No tratamento de cálculos renais;
. Na terapêutica de suporte em reumatismos;
. Externamente, em caso de reumatismo.

As raízes apresentam as seguintes propriedades:
. Nas dificuldades de micção na hiperplasia benigna da próstata (graus I e II);
. Diurética;
. Nas inflamações genito-urinárias.

Avis

25 autres produits dans la même catégorie :